Impostos: você sabe sua importância?

26 jul

Creio que todos já devem ter ouvido falar na palavra ‘’impostos’’, seja na aula de História, em jornais, ou os pais comentando. Mas, o que é imposto, e o que cada um de nós tem a ver com tudo isso?

Impostos são valores pagos, realizados em moeda nacional (no caso do Brasil em reais), por pessoas físicas e jurídicas (empresas). O valor é arrecadado pelo Estado (governos municipal, estadual e federal) e servem para custear os gastos públicos com saúde, segurança, educação, transporte, cultura, pagamentos de salários de funcionários públicos, etc. O dinheiro arrecadado com impostos também é usado para investimentos em obras públicas (hospitais, rodovias, hidrelétricas, portos, universidades, etc). Os impostos incidem sobre a renda (salários, lucros, ganhos de capital) e patrimônio (terrenos, casas, carros, etc) das pessoas físicas e jurídicas.A utilização do dinheiro proveniente da arrecadação de  impostos não é vinculada a gastos específicos. O governo, com a aprovação do legislativo, é quem define o destino dos valores, através do orçamento.

O Brasil tem uma das cargas tributárias mais elevadas do mundo. Atualmente, ela corresponde a, aproximadamente, 37% do PIB (Produto Interno Bruto).

Muitas pessoas acreditam que só existem impostos como o IPVA, IPTU e o imposto de Renda. Porém, pagamos tributos por tudo o que compramos, desde o pão, até aparelhos celulares. Os impostos mais cobrados no Brasil são:

Federais

- IR (Imposto de Renda) – Imposto sobre a renda de qualquer natureza. No caso de salários, este imposto é descontado direto na font; IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados; IOF – Imposto sobre Operações Financeiras (Crédito, Operações de Câmbio e Seguro ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários).

Estaduais

- ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços; IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (carros, motos, caminhões)

Municipais

IPTU – Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (sobre terrenos, apartamentos, casas, prédios comerciais); ITBI – Imposto sobre Transmissão Inter Vivos de Bens e Imóveis e de Direitos Reais a eles relativos;ISS – Impostos Sobre Serviços

E aqui, alguns produtos:

  • Frango (18%);
  • Carne bovina (18,67%);
  • Leite Longa Vida (33,63%);
  • Achocolatado em pó (37,84%)
  • Aparelho de DVD (50,39%) de tributos em seu preço final;
  • Microondas (47%) de tributos em seu preço final;
  • Televisão (44,94%);
  • Geladeiras (37,88%);
  • Livros (15,52%);
  • Roupas (34,67%);
  • Flores (17,71%);
  • Sapatos (36,17%);
  • Carros populares (37,55%);
  • Telefones celulares (39,80%);
  • Consoles de videogame – 72,18%
  • Jogos  de videogame – 72,18%

Os mais caros:

  • Algumas bebidas alcoólicas como vinho (83,07%);
  • Cachaça – 81,87%
  • Cigarro – 80,42%
  • Casaco de pele de vison – 81,86%

O brasileiro adora uma bebida. Imagine o quanto  é arrecadado com esse consumo?

A famosa cachaça!

IMPOSTO DE RENDA– o principal imposto do país

A tributação do imposto de renda não é feita na fonte, mas, no final das contas, ele será cobrado. Não tem escapatória – o imposto de renda incide sobre quase todas as pessoas que têm algum tipo de rendimento, deixando de fora as que ganham menos que o piso de cobrança, de pouco menos de R$ 1.500 por mês. E a fiscalização não é brincadeira.

É  o tributo que incide sobre o produto do capital e/ou do trabalho das pessoas. Isso significa, na prática, que ele recai sobre seus rendimentos e/ou, como o próprio nome diz, proventos de qualquer natureza, do salário à herança. O universo de contribuintes do imposto de renda, lembramos, não se limita apenas aos funcionários de empresa com carteira assinada (CLT). Se você é profissional autônomo ou possui quaisquer outros rendimentos tributáveis (como, por exemplo, renda de aluguel de imóveis), também é contribuinte e deve, na maioria dos casos, pagar o IR.Isso sem falar das empresas, incluindo as micro e pequenas empresas, que também são obrigadas a pagar o chamado imposto de renda como pessoa jurídica, entre as diversas modalidades de impostos que as empresas podem pagar está o Super Simples.

O imposto de renda é um tributo federal (sua instituição é de competência privativa da União) e enquadra-se na modalidade de homologação: o contribuinte prepara uma declaração anual de ajuste e os valores são homologados (aceitos) ou não pela autoridade competente. No Brasil, o órgão responsável pela sua administração e gerenciamento é a Receita Federal.

Como, quando e onde fazer sua declaração de imposto de renda

Antigamente, para fazer a declaração de imposto de renda era necessário retirar um formulário, preenchê-lo e entregá-lo nas agências da Receita Federal, da CEF ou dos Correios. Eram filas intermináveis que se formavam nestes locais nos últimos dias do prazo para a entrega do IR.

Com o desenvolvimento dos sistemas de tecnologia da informação nos dias de hoje, nem dá para imaginar uma cena dessas. Tudo pode ser feito via internet, de maneira eletrônica. Agora, se você sente saudades da fila do IR, fique tranqüilo, essa opção ainda existe, mas, com menos, filas.

Conheça clicando no link abaixo todas as formas possíveis de entregar sua declaração de imposto de renda oferecidas atualmente pela Receita Federal:

http://empresasefinancas.hsw.uol.com.br/imposto-renda-br6.htm

PRESTAR CONTAS AO LEÃO – onde surgiu o termo sinônimo para o Imposto de Renda?

Em 1979 a Receita Federal criou uma campanha publicitária e utilizou a imagem do leão na campanha de divulgação do tributo. Eles acreditaram que este animal era ideal para a proposta, pois tinha tudo a ver com o Imposto, pois o leão é um animal forte, justo, leal, não ataca sem avisar, pode ser manso com quem não representa ameaças, mas não é ingênuo.E era essa imagem que o governo queria passar para os contribuintes, que ele não seria “bonzinho”com os sonegadores. A repercussão desta campanha foi um sucesso e, até hoje, a imagem do rei da selva está diretamente associada ao IR.

É imprescindível que haja preocupação com o nosso dinheiro, para onde ele vai e o que está sendo feito com o mesmo. Em ano de eleição, fiquem ligados em reportagens, como a da Revista Época de domingo passado (18/julho), que trás a declaração de renda de muitos candidatos ao cargos propostos a esse ano. O possuidor de maior renda é Guilherme Alves, presidente da Natura candidato a vice-presidência, com Marina Silva candidata a presidente, pelo PV; ele declara uma renda de 1,2 milhões de reais. Vale a pena conferir, alguns candidatos declaram ter R$0.00 de renda. Será?

Tive a ideia do post após uma conversa com o Tiago, dono do blog http://orangexpress.wordpress.com/ . Visite, é bem legal!

About these ads

2 Respostas para “Impostos: você sabe sua importância?”

  1. iiisa 31 de julho de 2010 às 17:55 #

    lálah, adorei!
    fiquei chocada com os impostos cobrados sobre os procutos… céus!

  2. Leonardo teles 18 de março de 2013 às 16:25 #

    o assunto é muito bom precisarei futuramente

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: